Bombeiros sem transporte para trabalhar na pista

1
Imagem de arquivo

Fonte disse ao Região do Zêzere que a Direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Zêzere alegadamente não permite que os 3 Bombeiros Voluntários que diariamente dão assistência ao Centro de Meios Aéreos na pista das Valadas, utilizem os veículos da Associação para se transportarem desde o quartel até à pista.

Segundo informações apuradas, a Direção  refere alegadamente que os Bombeiros já recebem para se deslocarem ao local de trabalho e que não tem obrigação de suportar esse custo. Por outro lado o Comandante Mário Ferreira, não consente que Bombeiros Voluntários usem os seus próprios carros pois antes de irem para as Valadas têm de passar sempre no quartel para levantar o equipamento de proteção individual.

O Comandante disse ao Região do Zêzere que desde 1983 que os Bombeiros se deslocam com meios da Associação e que não vai permitir que esta situação continue por causa de 8km, com um veículo e gasóleo oferecidos pela Câmara.

Informou que irá à pista sempre que necessário e que quando não tiver carro irá de táxi, como já aconteceu, pagando do seu bolso.

Não fará mais declarações, estando disponível para apresentar o assunto no local próprio.

Nota da redação: Não se conhecem os contratos, o consentimento ou não dos voluntários, os motivos económicos ou outros da Direção. Já foram pedidos esclarecimentos, mas até ao momento ainda não obtivemos resposta.

1 COMENTÁRIO

  1. Sobre a noticia Bombeiros sem transporte para trabalhar na pista, gostaria de dizer o seguinte.
    A função jornalística tem a finalidade de informar, esclarecer, dar a conhecer assuntos de interesse público.
    A forma como a noticia está tratada, cria confusão, levanta duvidas, e não esclarece o ou assuntos levantados.
    Chamo atenção para o devido cuidado que se deve ter quando se anuncia um determinado assunto. Se não, em vez do devido esclarecimento, cria-se a confusão, e isso é anti/jornalismo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here