Conheça a vespa asiática, formas de prevenção, defesa e combate c/vídeo

0

A vespa velutina ou asiática entrou na região de Ferreira do Zêzere em 2018 e desde então tem feitos muitos estragos. Elimina colmeias inteiras e apodera-se de vários tipos de fruta, para além de ser uma ameaça para os humanos, caso sejam alérgicos.

O Região do Zêzere falou com dois especialistas para que todos tenham mais conhecimentos sobre esta praga que aparentemente veio para ficar, dada a complexidade e evolução da espécie e a falta de predadores naturais.

Jorge Henriques é um conhecido apicultor do concelho de Ferreira do Zêzere com muita experiência, estudioso e interessado sobre estas matérias. Explicou como vivem, onde hibernam, como e onde fazem os ninhos, como protegem as suas colónias e rainhas.

Deu também as receitas e explicou como se fazem as armadilhas para as duas fases do ano.

No início do ano, nos meses de fevereiro, março e abril, as vespas precisam de substâncias açucaradas. Dentro do garrafão junte em partes iguais: vinho branco, groselha e cerveja preta.

Em maio, junho, julho, agosto e setembro as vespas precisam de proteína. Num garrafão de 5 litros junte 3 litros de água, 1,5 kg de açúcar e 60g de fermento do padeiro que não deve fechar (senão rebenta) que distribui por outras armadilhas.

Pedro Mendes, Comandante Operacional Municipal referiu todos os pormenores que deve ter em conta ao detetar um ninho. Lembrou que nunca deve tentar eliminar os ninhos pois estas vespas atacam em grupo. Lembrou que o Município de Ferreira do Zêzere foi pioneiro neste combate, foi estabelecido contrato com uma empresa externa, mas referiu que o Estado, nos dois Ministérios envolvidos não têm feito o trabalho preventivo, de formação e de combate a esta praga, como seria de esperar.

Veja nas mãos de Pedro Mendes as diferenças entre a vespa crabro ou europeia e a vespa velutina ou asiática.

Conheça ainda um ninho de asiática e a sua forma de organização interior e de climatização.

Obrigado Jorge Henriques e Pedro Mendes pelos esclarecimentos prestados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here