Artes e ofícios de Ferreira do Zêzere – José Martins – Sapateiro c/vídeo

1

José Martins é um dos últimos mestres sapateiros à moda antiga. Quando aprendeu os homens tinham só um par de botas para cavar a terra. Os primeiros sapatos eram para ir às sortes ou para casar, as senhoras mais humildes também só usavam sapatos para ir à missa e pouco mais. O senhor José assistiu à evolução dos materiais e das modas e infelizmente à decadência da profissão de sapateiro com a chegada dos plásticos.

Não perca esta entrevista e conheça muitos pormenores desta profissão.

Entrevista efetuada aquando da recolha de informação para o livro “Artes e Ofícios tradicionais do concelho de Ferreira do Zêzere”, uma iniciativa da Fundação Maria Dias Ferreira e da Câmara Municipal de Ferreira do Zêzere.

Entrevistados: José Rodrigues Martins
Entrevistador: Armando Cotrim
Local:  Ferreira do Zêzere
Data: 30 de ‎novembro‎ de ‎2016

Não perca na Fundação Maria Dias Ferreira e no Região do Zêzere a entrevista inserida no Projeto Registar, efetuada aquando da recolha de informação para o livro “Artes e Ofícios tradicionais do concelho de Ferreira do Zêzere”, uma iniciativa da Fundação Maria Dias Ferreira e da Câmara Municipal de Ferreira do Zêzere.

Os autores são:  Rute Tavares, José Afonso Sousa e Cátia Salgueiro, fotografias de Marta Navas, entrevistas de Armando Cotrim, registo vídeo de Pedro Ribeiro e design de Sylvie Lopes.

Vídeo gentilmente cedido pela Fundação Maria Dias Ferreira

1 COMENTÁRIO

  1. Aprendi de meu pai esta arte quando era pequena pois o meu pai Joaquim Rodrigues Craveiro se fosse vivo teria 98 anos, de Maças dona Maria, aprendera de seu pai Francisco Rodrigues Craveiro natural de Dornes e especializou-se com seu Mestre de Chão de Couce. Gostei do vídeo pois com ele revivi tudo material que me pai tinha formas para calçado, colasque ele fazia com gasolina, farinha, fécula de batata, a sola que ele punha de molho, os cheiros caracteristicos da pele, os preguinhos pequeninos que ele utilizava e que minuciosamente pregava nas fomas por baixo das mesmas e depois de dobrar a pele tinha de ficar tudo esticadinho e moldado de acordo com a forma para fazer sapatos etc.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here