Domingo

0
Celebramos hoje o Domingo de Ramos, o Domingo da paixão, é o solene pórtico da Semana Santa, e apresenta-se assim como um drama em dois atos. Celebramos hoje a entrada solene de Jesus em Jerusalém, aclamado pela multidão como o Messias anunciado aos patriarcas e profetas do antigo testamento ao longo de milhares de anos. 
Celebramos também a Paixão e Morte do Senhor, fazemo-lo com parâmetros vermelhos, a cor do martírio dos paramentos, lembrando o sangue que Ele derramou pela nossa redenção. Lembramos assim hoje numa celebração litúrgica, o acontecimento antagónico; a aclamação e a rejeição; a proclamação e o aplauso e o grito; à Cruz; à Morte.


Senhor, tantas vezes a nossa vida é assim, passamos do extremo do acolhimento da apreciação do louvor à indiferença ao alheamento à ingratidão. Ajuda-nos Senhor a encontrar em Ti a serenidade que exprimes na frase: Pai nas Tuas mãos entrego o Meu espírito. Que todos os dias ofereçamos a nossa vida como Tu Senhor. Também por aqueles que não nos entendem ou que nos condenam, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem. Encontraremos em Ti o sentido da nossa Cruz.
D. Francisco Senra Coelho


In: Rádio Renascença

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here