Entrevista a José Manuel Feliz, Presidente da Junta de Freguesia de Igreja Nova do Sobral c/vídeo

0
Esta segunda feira o Região do Zêzere destaca a entrevista ao Presidente da Junta de Freguesia de Igreja Nova do Sobral, José Manuel Feliz.
Reeleito nas últimas eleições autárquicas, o Presidente falou sobre os projetos para este mandato. Destaca a intenção de construir um parque de lazer e miradouro na Serra de Santa Catarina e as obras na capela do cemitério.
Empresas não há, já lá vão os tempos das serrações e cerâmicas. A zona industrial, mesmo junto a boas vias de comunicação não tem atraído novas industrias. O tempo dos grandes construtores da terra também já lá vão. O Lar de S. Martinho é a entidade com maior empregabilidade na freguesia.
Os idosos estão em vantagem em relação aos jovens. Neste ano de 2017 não nasceu ninguém na Freguesia à dois anos apenas 2 crianças e os óbitos são sempre superiores a 2 dezenas por ano.
Em termos culturais  e recreativas destaca-se a Associação Igrejanovense de Melhoramentos que comemora 50 anos de existência.
José Manuel Feliz diz que a relação com a Câmara tem sido boa e pede ao Presidente Jacinto Lopes que não discrimine as juntas que não não da mesma cor partidária.

História
O Boletim da Junta de Província do Ribatejo (1937-1940) refere que, por carta de D. Diogo de Pinheiro, vigário geral do espiritual e do temporal de toda a Ordem de Cristo em Tomar, foi a capela de S. Pedro da Alviobeira apartada da igreja de Santa Maria de Areias da Vila de Pias a 3 de Dezembro de 1502.
Acontece que toda a área da actual freguesia de Igreja Nova fazia então parte da primitiva freguesia de S. Pedro de Alviobeira, de que o lugar do Sobral constituía a povoação mais importante. Tanto assim era que, a partir do ano de 1608, passa a constituir uma freguesia independente, data do mais antigo assento de casamento existente no cartório paroquial. O dito registo relata uma cerimónia efectuada à porta da ermida de Nossa Senhora do Ó ou da Expectação, realizada a 28 de Setembro desse ano.
No entanto, a partir de Março de 1609, tendo-se procedido à construção de um novo templo de invocação ao Espírito Santo, os eventos passaram a realizar-se à porta da igreja nova, daí derivando o nome de Igreja Nova do Sobral atribuído a esta freguesia. Igreja Nova do Sobral pertenceu a Tomar até ao dia 24 de Outubro de 1855, data após a qual seria integrada no concelho de Ferreira do Zêzere.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here